Author - Nathalia Soares

Defensoria Pública treina Gestores para implementação do planejamento estratégico

Foi ministrado curso para implementação do Planejamento Estratégico da Defensoria Pública de Pernambuco, no Auditório  da sede da Instituição, na manhã de ontem (11/07). A gestão da Defensoria Pública, que é composta pelas Subdefensorias, Coordenadoria de Gestão  e Administração, tem participado ativamente das etapas de implementação do Planejamento Estratégico com o objetivo de atingir uma situação futura desejada. O Subdefensor Público-Geral do Estado, Henrique Seixas,  destacou que o Planejamento Estratégico é uma necessidade da DPPE, principalmente pelo  crescimento da Instituição. “Começamos a planejar nosso [...]

Utilização da tecnologia e mudança de hábitos: entenda a importância para inovação na Gestão Pública!

Para possibilitar a inovação na gestão pública, o primeiro passo é ter em mente que a utilização da tecnologia é imprescindível. Com a velocidade das informações, se tornou latente a necessidade de uma rede eficaz, capaz de transmitir e tornar os processos públicos mais eficazes. No entanto, o fato é que todos os gestores e demais membros dos órgãos públicos devem estar cientes de que o trabalho deles também deve ser otimizado e feito de maneira mais ágil, facilitando essa [...]

O caminho para a conquista de territórios ousados e ambiciosos

É comum considerarem-se os Planos de Ordenamento Territorial como meros instrumentos regulamentadores da ocupação do território, em que sua efetiva execução e respectiva monitorização de resultados acaba sendo relegada para segundo plano pelas entidades responsáveis pela sua gestão. Sem que respeite uma hierarquia entre ações previstas em um plano, sem que se saiba por onde começar, sem que se compreenda quais ações trarão respostas mais positivas para o território e sem que haja a definição de cronograma temporal da sua [...]

Construindo as bases do futuro

No último mês, com a implantação do sistema SEI, a AD Diper comemorou a sistematização digital de todos os seus processos. Desenvolvido no TRF-4 de Porto Alegre, o SEI é um sistema de controles de fluxos processuais que dispensa o uso de papel, além de permitir a consulta automática dos processos e a geração de relatórios de controle. Todo esse processo de digitalização foi iniciado há um ano com a adequação do sistema Target, desenvolvido pela empresa pernambucana Facilite. O [...]

Como garantir que estamos no caminho certo e dentro do tempo que tínhamos programado?

Primeiro: temos de saber onde queremos ir, como e quando pretendemos lá chegar... Não refletir intencionalidade em uma visão de futuro no planejamento estratégico é um erro bem comum - a zona de conforto aprisiona, limita a criatividade e cerceia o poder de inovação. Frequentemente, planejamentos simplórios trazem resultados medíocres, particularmente quando não se saiba ao certo onde se quer chegar e, quase por consequência, não se tenham convicções táticas para implementar o processo necessário para atingir esses resultados. Metas superficiais trazem [...]

Por que seguir por um caminho sinuoso quando se tem uma via expressa à disposição?

É do senso comum que o mundo atual é dinâmico e as mudanças ocorrem em um ritmo frenético. Esse contexto é vivenciado rotineiramente por todos os tipos de organizações (tanto empresas como organismos públicos) e adquire particular visibilidade quando o objeto de determinado processo de gestão estratégica seja no campo territorial. Não é raro observar que, enquanto uma determinada organização ainda esteja se adaptando a uma determinada realidade, surjam novas mudanças, uma outra história, novos paradigmas. Acompanhar esse ritmo só é [...]

Sabe-se que planejar é programar, mas só executando o planejado se atingem resultados

Na Facilit lidamos diariamente com a demanda de duas das disciplinas de Planejamento que, apesar de apresentarem complementaridade e um amplo conjunto de semelhanças estruturais, focam em ambientes de atuação distintos: A área do planeamento "estratégico" que, normalmente, tem por objeto a intervenção em determinada entidade organizacional, seja ela do setor público ou privado; A área do planejamento urbanístico/territorial que, sendo complementar da primeira, tem a especificidade de ter como objeto uma entidade física - uma unidade territorial; Em ambos os casos, dificilmente se encontrará sucesso no planejamento que em sua concepção não tenha [...]