Como fazer desdobramento de metas de forma eficiente?

Como fazer desdobramento de metas de forma eficiente?

Para crescer, toda organização precisa estabelecer metas. São elas que direcionam as decisões, mostrando aonde a empresa deseja chegar. Porém, torná-las realidade exige ações concretas, geralmente executadas de forma coordenada por vários setores, e por isso é preciso “traduzi-las” em objetivos e tarefas específicas — trata-se do desdobramento de metas. 

Mas será que é realmente necessário trabalhar no desdobramento de metas? Trata-se de mais um processo burocrático ou ele realmente interfere nos resultados da empresa? Como realizá-lo?

A importância do desdobramento de metas

Os objetivos estratégicos de uma empresa expressam sua visão para médio e longo prazo, são amplos e preveem as expectativas globais da organização. Eles definem onde a organização quer chegar.

Porém, para atingir esse alvo, cada setor e até mesmo cada colaborador têm uma parte a desempenhar. Essas ações, que nada mais são do que o trabalho que deve ser realizado no cotidiano, compõem o conjunto de objetivos táticos e operacionais.

Portanto, longe de ser um mero processo burocrático, desdobrar metas é uma atitude necessária. Ela traduz os objetivos em ações práticas que devem ser executadas pelos colaboradores a fim de alcançar o resultado pretendido.

Se o objetivo estratégico diz onde a empresa quer chegar, o desdobramento de metas é o mapa que traça a rota e mostra como chegar lá.

E por que ele é importante? Além de os colaboradores saberem exatamente o que se espera deles, isso faz com que cada um entenda seu papel para a obtenção do resultado. Isso gera compromisso e engajamento, alinha os diversos setores e possibilita que todos caminhem na mesma direção.

Como garantir um desdobramento de metas eficiente

Para realizar este processo garantindo bons resultados, é necessário pensar nas responsabilidades dos três níveis hierárquicos da empresa:

Nível estratégico: formado pela diretoria da empresa e os responsáveis pelo planejamento estratégico. Definem os objetivos mais abrangentes para a organização. Precisam ter visão de longo prazo.

Nível tático: composto pelas gerências, cujo papel é colocar em prática o plano de ação baseado no planejamento estratégico.

Nível operacional: formado por todos os outros colaboradores, é responsável pela execução. Seus objetivos são mais específicos e seus resultados são observados a curto prazo. Suas ações são voltadas às operações do cotidiano.

Para o desdobramento de metas, é necessário identificar que ações práticas devem ser executadas por cada nível para atingir os objetivos estratégicos.

É importante distribuir as responsabilidades na medida das possibilidades de realização e abrangência de cada setor e colaborador da empresa, para que todos se empenhem de maneira igualitária para alcançar a meta estabelecida.

Metodologias para o desdobramento de metas

É possível conduzir o processo de desdobramento de metas através de metodologias desenvolvidas com esta finalidade. Embora apenas uma análise detalhada permita comparar as vantagens e desvantagens de cada uma, é possível ter uma breve noção através dessa descrição em linhas gerais:

BSC (Balance Scoregard)

Busca alinhar a estratégia da empresa e as atividades operacionais. Os objetivos traçados são organizados por indicadores. Desta forma, é possível avaliar o andamento da tarefa para comunicar e orientar os colaboradores.

KPI (Key Performance Indicator)

Esta metodologia se concentra na forma como a tarefa é realizada, provendo indicadores quantitativos. O índice pode retratar o andamento tanto de partes do processo como de sua totalidade.

OKR (Objectives and Key Results)

Trata-se do estabelecimento de um conjunto de ações inter-relacionadas que contribuem para alcançar as metas gerais da organização. Os Objectives descrevem qualitativamente os resultados que devem ser atingidos, enquanto as Key Resuts são formadas por indicativos que definem se os objetivos foram atingidos ou não.

As metodologias podem ser úteis para facilitar o desdobramento de metas. Porém, como cada organização é única em suas características e necessidades, o mais comum é se aplique algum tipo de adaptação a este modelo, de acordo com a realidade da companhia.

Além disso, alguns softwares de gestão estratégica que já existem no mercado contém ferramentas que auxiliam tanto na divisão das tarefas quanto no acompanhamento e controle de sua realização.

Entendeu como o desdobramento de metas em sua empresa pode transformar seus objetivos em realidade? Já utiliza alguma dessas metodologias em sua organização? Então, compartilhe sua experiências conosco através dos comentários!

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *