Os 4 maiores erros na execução do planejamento estratégico

Conheça os 4 maiores erros na execução do planejamento estratégico

Conheça os 4 maiores erros na execução do planejamento estratégico

O planejamento estratégico é um momento crucial para a empresa, afinal, é nessa etapa que o gestor define as metas, a missão, a visão, os valores e os planos de ação da empresa. Além disso, no mesmo momento ocorre deve ocorrer um mapeamento de todo o ambiente externo e interno. Por ser uma atividade tão vital para o negócio, qualquer tipo de erro pode significar uma perda significativa nos resultados.

Hoje, a dificuldade para elaborar um planejamento estratégico eficaz já vem sendo apontada como a principal causa para a mortalidade das empresas no Brasil. Ao todo, 50% dos negócios fecham as portas depois dos quatro anos de atuação, de acordo com o IBGE. Para não engrossar as estatísticas, portanto, é preciso tomar alguns cuidados — e é justamente sobre isso que falaremos nesse post.

A seguir, você confere os 4 principais erros no planejamento estratégico das empresas. Acompanhe!

Pouco uso da tecnologia

Em primeiro lugar, é importante desmistificar uma coisa: a tecnologia não é um custo para o negócio. Na verdade, esse é um investimento, pois cada centavo aplicado na aquisição de softwares e sistemas internos é revertido em mais produtividade e eficiência. É claro que, para o planejamento estratégico, a tecnologia também é fundamental.

Hoje, os softwares disponíveis no mercado garantem informações em tempo real sobre o negócio, de uma forma muito mais dinâmica. Isso é essencial para melhorar a qualidade da tomada de decisões durante o planejamento estratégico.

Falta de avaliação do ambiente externo

Pode ter certeza que, nessa crise econômica, muitas empresas foram pegas de surpresa. Grande parte dos gestores cometem o erro de avaliar apenas o ambiente interno, isso é, o histórico de movimentações da empresa, sua lucratividade, entre outros dados. Claro que essa análise é fundamental, no entanto, precisa ser comparada com todas as informações coletadas externamente.

Por isso, é muito importante acompanhar o ritmo da economia brasileira — por meio de indicadores e projeções de instituições renomadas — além de buscar o auxílio de consultorias empresariais, que podem ajudá-lo a desenvolver a melhor estratégia para o seu mercado de atuação.

Metas mal estruturadas

Um dos principais erros no planejamento estratégico é definir metas impossíveis. Isso significa que não será apenas a empresa que deixará de atingir os resultados esperados. O mesmo acontece com os próprios colaboradores, os quais vão abandonar completamente a ideia de conquistar o que foi estabelecido. Por isso, o ideal é estabelecer as metas de acordo com o padrão “SMART”, ou, em português, metas inteligentes.

Basicamente, essa é uma sigla que contém todos os elementos que devem marcar presença, para que uma meta seja considerada real. Segundo a metodologia citada, é necessário que cada meta seja:

  • específica (Specific);
  • mensurável (Measurable);
  • atingível (Attainable);
  • relevante (Relevant);
  • temporal (Time-based).

Confusão com os orçamentos

Marketing, finanças ou contabilidade. São inúmeros os departamentos presentes em uma empresa. É claro que, no caso dos PMEs, muitas vezes, esses setores são terceirizados. No entanto, isso não significa que um orçamento claro deve ser deixado de lado.

Apenas quando estabelecer tal orçamento, o gestor poderá calcular o Retorno Sobre o Investimento (ROI) com eficácia. Esse cálculo ajuda na tomada decisões efetivas, principalmente quando consideramos o quanto deve ser investido para cada atividade.

E então? Gostou do post de hoje? Para você, quais dos erros no planejamento estratégico são os mais nocivos? Conte a sua opinião nos comentários!

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *