Qual o papel da equipe na formulação e execução da estratégia?

Qual o papel da equipe

Qual o papel da equipe na formulação e execução da estratégia?

Uma das principais dificuldades no processo de execução da estratégia está ligada às falhas e ruídos de comunicação entre aqueles que estão participando diretamente das ações de implementação da estratégia, no caso a equipe propriamente dita.

Para lidar com esta questão, é essencial desenvolver iniciativas que tornem clara a comunicação das diretrizes da alta direção, fazendo uso, por exemplo, da intranet corporativa e realizando reuniões periódicas de monitoramento da estratégia.

Cabe aos gerentes de nível tático, além da responsabilidade de transformar os objetivos estratégicos em planos de ação, o papel de engajar e motivar a equipe, tornando os colaboradores capazes de cumprir aquilo que se espera de cada um.

Acompanhe os tópicos seguintes e entenda o papel da equipe na formulação e execução da estratégia empresarial!

Comunicação e relacionamento interdepartamental

Em muitos casos, durante o processo de implementação da estratégia, a organização poderá criar equipes multidisciplinares para desenvolver diferentes atividades do planejamento operacional.

Logo, cada uma das equipes tende a ser formada de diferentes modos, com pessoas de variados perfis, seja no que diz respeito à capacitação e formação acadêmica, seja no quesito personalidade.

Dessa forma, no desenrolar das demandas, a equipe do departamento de finanças deve manter contato regular com a equipe do departamento de vendas para conversar sobre margens e políticas de preço, por exemplo.

Esse cenário ilustra um dos principais entraves no processo de implementação da estratégia se trata da ausência de comunicação e cooperação entre as equipes. Quando não há um ambiente harmônico, muitas vezes, os setores deixam de trocar informações essenciais para o desenvolvimento das demandas, ou mesmo escondem dados importantes, seja por uma postura egoísta, falta de empatia, ou falta de confiança, por exemplo.

Por essa razão, na implementação da estratégia, é uma boa prática realizar eventos inicialmente, apresentando todos os integrantes das equipes, compartilhar as informações de contato de todas os membros, indicar aqueles que são os líderes de cada equipe, bem como deixar claro os escopos de atuação de cada um, e, sobretudo, evidenciar a relevância da comunicação para o sucesso da estratégia.

Cultura de resistência à mudança

A resistência a mudanças, normalmente, está intimamente relacionada com aspectos de personalidade e caráter, e transcendem, muitas vezes, a responsabilidade do gestor.

É um dos obstáculos mais comuns quando se tenta desenvolver uma cultura de gestão estratégica numa empresa, pois está diretamente atrelada às pessoas.

E neste prisma de resistência a mudanças, a postura mais recomendada é tornar suficientemente claros os objetivos e metas da empresa, e a influência de cada colaborador no objetivo maior da organização.

Quando há o apoio da equipe, é claro, tudo fica mais fácil. O gestor deve ter consciência que essa resistência natural existe e mover esforços para conquistar os colaboradores, do contrário, as chances de ver a estratégia frustrada são grandes.

Finalmente, ainda que a equipe seja essencial para a execução da estratégia, é responsabilidade do líder oferecer condições para que todos possam desempenhar seu máximo potencial.

E é preciso dizer que a gestão deve estar apoiada em valores éticos e morais para que assim possa lapidar atitudes e comportamentos, bem como promover a motivação e o engajamento de toda a equipe com os interesses organizacionais, de forma que cada membro encontre o seu papel na realização dos objetivos estratégicos da empresa.

Agora que já compreende a importância da equipe na formulação e execução da estratégia, não deixe de monitorar esse planejamento de forma eficaz. Veja esse post!

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *